Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a alma da flor

a alma da flor

As rolas ficaram afónicas

05.06.08 | DyDa/Flordeliz

                                              Imagem telemóvel

 

Mais um dia que nasce cinzento e tristonho.

Mais um!...

Em que as nuvens que sobrevoam o horizonte o transformam num cenário melancólico, sem brilho e sem encanto.

Nem as rolas se fazem ouvir!  

Até estas parecem embrutecidas,  resignadas, apáticas e encolhidas pelo frio. Até elas, parecem ter perdido o “arrulhar” característico dos sons e cantos da Primavera, fazendo dela a estação mais alegre e também a mais bela.