Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

A vida é assim! Ou talvez não?...

22.04.08 | DyDa/Flordeliz

Imagem retirada da internet

 

 

No lamento do vento deslaças palavras murmuradas quase a medo, quase em segredo. O sussurro é ténue e desaparece no compasso perfeito que se ouve ao longe das ondas do mar.
Não mexo. Não quero interromper este momento que apenas é teu.
Pudesse eu transformar-me em estrela e partiria de mansinho no horizonte. Para que ao despertares dessa tristeza imensa, dessa mágoa, dessa raiva. O teu olhar agora melancólico e vazio de novo se pudesse iluminar.
Tivesse eu força de vento para fustigar essas nuvens negras e cheias de desespero para bem longe de ti e dos teus pensamentos.
Magia:
Não sou eu; Não és tu ; Não é o mar; Não é o céu; Não é a areia; Não é o luar!
Sabes meu amigo?!
Magia:
É quando a tempestade chega e nos quer sufocar, encontrarmos um lugar (ou alguém) que nos deixe ficar e nos dê a sua mão para nos agarrar.
O resto…
É SONHO!

 

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.