Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Eu sei...Que não sei!

11.03.08 | DyDa/Flordeliz

Eu sei...

 

Que o coração não é dono da razão

 

Eu sei...

 

Que espinhos trespassaram a alma 

 

Eu sei...

 

Que mesmo dorida continuarei

 

Eu sei...

 

Que a teimosia é a minha força

 

Eu sei...

 

Que gosto do rugir do vento

 

Eu sei...

 

Que me atrai as tempestades

 

Eu sei...

 

Que estou zangada comigo

 

Não sei porquê? Não sei e pouco importa!

 

Mas eu sei! Que quando a tempestade passar e o bom tempo regressar, o Sol brilhará. E eu, abrirei um sorriso que iluminará o meu rosto alegrando também o teu!

Mas agora eu quero estar só! Lamber solitária as minhas feridas até a dor passar. Quero escutar o lamento da noite no arrastar pesaroso das horas até o novo amanhecer.

 

4 comentários

Comentar post