Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Imagens de uma terra, que não sendo "a minha", é o sitio onde eu vivo!

26.02.08 | DyDa/Flordeliz

 

 

Hoje parei, olhei e registei a minha terra onde tantas vezes passamos que nos habituamos a circular sem "ver".

Dizem que é bonita, calma e tranquila. Quem cá vive diz que é sosssegada e boa para dormir... Ainda se houve o chilrear da passarada, os miúdos ainda saiem à rua sozinhos, mas os jovens, esses queixam-se do marasmo e procuram locais mais movimentados em busca de novas emoções.

A beleza das ruas da cidade, não esconde a estagnação. O encerramento de quase toda a indústria textil nesta zona do Vale do Ave (outrora pujante de vida) , vai murchando ao sabor de ventos e marés de desemprego e oportunidades perdidas.

Deixamos fugir a Universidade, não se investiu na formação desportiva dos jovens, o hospital vai deixar de ter Urgências,e a maternidade há muito que deixou de funcionar. O comércio dito "tradicional" a cada dia que passa caracteriza-se por mais uma loja "made em China".

Dos bons velhos tempos ficam os jardins e a vista para as margens de um rio que, sejamos francos, também já proporcionou momentos mais aprazíveis.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.