Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Cinzento do tempo - Cinzento da alma

05.12.07 | DyDa/Flordeliz

Noite negra, noite fria. Foste tu que transformaste o nascer deste dia e o deixaste atormentado por espectros de revolta e melancolia. Foste tu que o deixou pachorrento e tristonho, encoberto nesta cor parda e sem brilho. Foste tu que o despojaste de vontade e de querer.

Acorda noite… Acorda! A tua hora passou! Deixa a luz da manhã percorrer o horizonte fazendo-o brilhar. Liberta-o para que a tua tristeza não penetre tão forte na minha alma solitária.

 

2 comentários

Comentar post