Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a alma da flor

a alma da flor

Brincadeira perigosa

28.06.07 | DyDa/Flordeliz

Todos temos momentos de parvalheira, uns dias mais fortes que outros.

Pois é! Segunda foi o meu dia de eleição. Daqueles dias em que deveríamos ir dormir mais cedo, deitar, fechar os olhos e adormecer rapidamente .

Mas,... porque,... tem de haver sempre um mas?!

Não deitei cedo e resolvi inventar! Fazer de conta que ainda sou criança, que posso fazer o que me dá na telha e brincar às acrobacias.

Ideias... torcidas!

Torcidas as ideias e EU! Que me dei mal!

Agora ando para aqui empenada e a picar o (V), daqui a pouco parece um regador cheio de buracos.

Foi insuportável a noite que passei no corredor da urgência do hospital, que saudades da minha caminha, do silêncio, da paz e das palavras de carinho de quem afinal gosta e se preocupa connosco.

As horas não passavam, o cansaço, as dores, mas especialmente o movimento de vai e vem de quem lá trabalha e parece nem notar que lá estamos, e que, apenas uma palavra ou um sorriso são melhores que mil analgésicos.

Compreendo que é um trabalho, nada mais que isso, mas custa imenso sentirmo-nos sós, ou até abandonados.

Engolimos a tristeza, os ais, os uis, a solidão, esperando com ansiedade  que nasça o dia e alguém tenha a coragem de se fartar de nos ver depositados num qualquer corredor e nos envie para casa.

Mas, porque me meto em sarilhos? Porque teimo em fazer asneirada?

Talvez, porque a vida é feita disso mesmo e eu detesto a rotina e as coisas certinhas e as convencionais e pronto... de vez em quando lá estou eu metida em sarilhos!

Pior... O corpo é que paga!

Mas compensa, ver o carinho de quem gosta de nós, a atenção, a dedicação (claro que dispensava as dores e o mau estar).

 

Ver o meu amigo vir de tão longe para me ver!

Ups ,...Grande amigo mesmo!

 

Que bom ver-te, não gosto de te preocupar, não mereço tanta atenção, mas juro que me surpreendeste e  me fizeste imensamente feliz..

O meu dia ficou preenchido e muito mais rico.

És especial e por isso agradeço ter um amigo como TU.

Milhões de vezes sim, sim, OBRIGADA.