Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

a alma da flor

a alma da flor

O tempo não pára... daqui a pouco...será 2008

31.12.07 | DyDa/Flordeliz

Tic-Tac .. Tic-Tac...

Batem ritmados

Os ponteiros do relógio

Apenas preocupados

Em contar o tempo

 

As horas que passas

Há espera de nada

As horas que gastas

Em filas na estrada

 

Ouve atentamente

A voz vinda no vento

 

Ela traz o lamento

Da criança moribunda

Que cai inanimada

Dos braços da mãe

Que está resignada

 

As bombas que explodem

Retalham os corpos

E ceifam as vidas 

Dos que fazem a guerra

E vivem por ela

 

Dos que são colhidos

Nesta estrada de morte

 

Dos que lutam para que acabe

E acabam morrendo

 

Mas nada faz parar

As horas que passam

As horas que correm

Ao som cadenciado do

Tic-Tac ...Tic-Tac ...

 

Luz e sombra

23.12.07 | DyDa/Flordeliz

                                                                 Imagem flordeliz

O LUgAR... Arrepios que percorrem o corpo e a mente em sensações místicas e desconhecidas, hipnotizados pelas sombras de um Universo misterioso que nos cativa e faz viajar em sonhos longínquos e ilusões.

Hoje no jornal da noite da RTP1 deparei-me com o seguinte vídeo sobre a Serra da Estrela.

21.12.07 | DyDa/Flordeliz

Olha que aparece-me cá cada Cascão na TV!.... (para quem não sabe o que é um cascão, procurem no dicionário. É provável que não exista a definição verdadeiramente correcta pois trata-se de algo surreal...) Ah e tal, porque é giro fazer figurinhas de urso (polar) na "telbisão", mas há um mínimo de decência a respeitar! (ou pelo menos eu pensava que havia...)

Acho que o melhor é divulgar do que realmente se trata, para que o estimado amigo leitor se possa juntar à festa e vir também ao cinema. Uma comédia sem igual! Vamos todos!... Afinal, é festa, é festa!

http://ww1.rtp.pt/noticias/index.php?article=315537&headline=98&visual=25&tema=30

 

De referir que "isto" passou hoje no conceituado Telejornal das 20h (horário nobre, portanto) do nosso serviço público nacional (RTP). Contudo, há que louvar os jornalistas!... Estas "Aves Raras" são muito difíceis de encontrar nos dias que correm!  Por causa da gripe das aves, são uma espécie em extinção. Por isso, devo dizer que a capacidade de encontrar um Autocolante deste calibre (a verdadeira estrela das cadernetas da bola) é um épico digno de um Emmy.

Não era preciso ficar  assim tão..."excitadinho" por ir brincar na neve... (ou com, não percebemos bem ainda é a fazer o que com este frio....) Foi um bom momento de entretenimento ver o "jobe" a deixar a estimada neve derreter nos seus queixos, formando-se a famosa BABA.

Mas que é isto?!... Não concordam?... Oiçam!!

 Dizia ele assim:

"-  A NEVE VIRGENZINHA ASSIM FOFINHA É A MELHOR COISA QUE TEM A GENTE FICA ASSIM O ANO TODO À ESPERA QUE ABRE, PENA É QUE ABRE POUCAS VEZES.......PARA QUEM GOSTA DE FAZER MUITO TEMPO....." 

("Cuchi-cuchi-cuchi!..." Que cousinha má fófinha!...)

É, é!... O que tu queres sei eu, pá!...

Só pode ser uma jogada da RTP a tentar encontrar um substituto natural para a mítica rubrica "Tesourinhos Deprimentes". Ao trabalho que se dão, já viram?... Enfim! (Cuchi-cuchi!...)

Aproxima-se o dia de Natal!

21.12.07 | DyDa/Flordeliz

Feitiozinho desgraçado o meu!

 

Costumo dizer que não gosto de coisas programadas.

Mas também "arre" detesto coisas pendentes.

 

No trabalho; na vida; em tudo!

 

Se é para fazer - Faça-se

Se é para anular - Anule-se

Se está mal - Corrija-se

Se não sabe - Pergunte-se

 

Se não gostou?

ahahahahah.

Meus amigos... Coloquem na beira do prato, pois só come quem quer!

 

 

EXCELENTE ÉPOCA NATALICIA PARA TODOS

Acredito que muitos de nós terão este ano mais dificuldades que o ano que passou!

Mas que as crianças não sintam essa dificuldade. E que, para elas seja mesmo NATAL! Com muita animação, fantasia, alegria e sorrisos de orelha a orelha estampados em seus rostos.

 

HÁ LÁ PRENDA MELHOR????

 

 

 

 

 

Musica "No Me Ames"

17.12.07 | DyDa/Flordeliz
 
Dime porque lloras
de felicidad
y porque te ahogas
por la soledad
di porque me tomas
fuerte asi, mis manos
y tus pensamientos
te van llevando

Yo te quiero tanto
y porque sera
loco testarudo
no lo dudes mas
aunque en el futuro
haya un muro enorme
yo no tengo miedo
quiero enamorarme

No me ames
porque pienses
que parezco diferente
tu no piensas que es lo justo
ver pasar el tiempo juntos

No me ames
que comprendo
la mentira que seria
Si tu amor no merezco
no me ames
mas quedate otro dia

No me ames
porque estoy perdido
porque cambie el mundo
porque es el destino
porque no se puede
somos un espejo
y tu asi serias
lo que yo de mi reflejo

No me ames
para estar muriendo
dentro de una guerra
llena de arrepentimientos
No me ames
para estar en tierra
quiero alzar el vuelo
con tu gran amor
por el azul del cielo

No se que decirte
esa es la verdad
si la gente quiere
sabe lastimar

Tu y yo partiremos
ellos no se mueven
pero en este cielo
sola no me dejes

No me dejes, no me dejes
no me eschuches
si te digo "no me ames"
no me dejes, no desarmes
mi corazon con ese "no me ames"

No me ames, te lo ruego
mi amargura dejame
sabes bien, que no puedo
que es inutil
que siempre te amare

No me ames
pues te hare sufrir
con este corazon que
se lleno de mil inviernos
no me ames
para asi olvidarte
de tus dias grises
quiero que me ames
solo por amarme

No me ames
tu y yo volaremos
uno con el otro
y seguiremos siempre juntos
este amor es como el sol que sale
tras de la tormenta
como dos cometas
en la misma estela

No me ames
No me ames
No me ames

No, no me ames
No me ames
No me ames
No me ames

Noticias que já foram estranhas...

17.12.07 | DyDa/Flordeliz

"Noticia SOL

Animal tinha raiva

Cão mordido por homem morre linchado por multidão

Cão morde pato, dono irrita-se com cão, cão morde dono, dono morde cão, vizinhos lincham cão. Assim se resumiria o insólito ocorrido na Índia, que terminou com um cão morto e um homem no hospital"

 

Neste caso não sei quem foi o "raivoso" se o cão, se o dono, ou os assistentes deste espectáculo canino.

Uma coisa é certa:

- A culpa não é do pato!

No entanto e pelas noticías que tenho lido não é caso insólino e muito menos único.

 

Um alerta aos canídeos:

- Cães a vossa supremacia de dentada canina está a ser superada pela raça humana.

 

 

Que dizer...

16.12.07 | DyDa/Flordeliz

Vejo no teu olhar perdido, o verde transformar-se em gotas, que teimam em escorrer como se pingos de orvalho fossem, confundindo-se, com os reflexos do sol ao início da manhã.

 

Vejo no teu olhar a incerteza, do que foi feito, o que deveria ter sido, e o que tens de fazer.

 

Vejo as dúvidas, que assaltam o teu espírito, e o cansaço do caminho percorrido e tantas vezes por compreender.

 

Se precisares de mim, estou aqui.

A minha mão apoia a tua.

Os meus olhos sorrirão para os teus.

E os meus braços abrir-se-ão para te receber e deixar cair a tua cabeça em meu ombro se te sentires cansado.

 

TU SABES QUE SIM! SEMPRE!

 

 

 

 

 

 

 

 

"Canção do Mar"

13.12.07 | DyDa/Flordeliz

Vi Dulce Pontes a cantar na reportagem mostrada pelo telejornal sobre o encerramento da cerimónia da assinatura do tratado de Lisboa hoje dia 13.03.2007.

Gostava de poder dizer que tive orgulho.

Gostava de poder dizer que gostei da forma como cantou.

Gostava de poder dizer que gostei da imagem que apresentou.

 Mas não consigo!

Gosto de a ouvir, mas ... algo não me convenceu!

O quê? Não sei!

Há dias...ASSIM!

"Canção do mar"

                                                                                     Imagem flordeliz

Fui bailar no meu batel
Além do mar cruel
E o mar bramindo
Diz que eu fui roubar
A luz sem par
Do teu olhar tão lindo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

Vem saber se o mar terá razão
Vem cá ver bailar meu coração

Se eu bailar no meu batel
Não vou ao mar cruel
E nem lhe digo aonde eu fui cantar
Sorrir, bailar, viver, sonhar contigo

Natal é sempre que nasce uma criança sem dúvida

12.12.07 | DyDa/Flordeliz
Adoro esta música
É época de Natal
É época de ver o sorriso de uma criança
Não resisto e tenho de mostrar
 

 

 

 

Avião sem asa.
Fogueira sem brasa.
Sou eu assim sem você.
Futebol sem bola.
Piu-piu sem Frajola.
Sou eu assim sem você.

Porquê é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim?
Eu te quero a todo instante.
Nem mil auto-falantes.
Vão poder falar por mim.

Amor sem beijinho.
Bochecha sem Claudinho.
Sou eu assim sem você.
Circo sem palhaço.
Namoro sem amasso.
Sou eu assim sem você.

Tô louco pra te ver chegar.
Tô louco pra te ter nas mãos.
Deitar no teu abraço.
Retomar o pedaço.
Que falta no meu coração.

Eu não existo longe de você.
E a solidão é o meu pior castigo.
Eu conto as horas pra poder te ver.
Mas o relógio tá de mal comigo.
Por quê?
Por quê?

Neném sem chupeta.
Romeu sem Julieta.
Sou eu assim sem você.
Carro sem estrada.
Queijo sem goiabada.
Sou eu assim sem você.

Por que é que tem que ser assim?
Se o meu desejo não tem fim?
Eu te quero a todo instante.
Nem mil alto-falantes.
Vão poder falar por mim.

Eu não existo longe de você.
E a solidão é o meu pior castigo.
Eu conto as horas pra poder te ver.
Mas o relógio tá de mal comigo.

Eu não existo longe de você.
E a solidão é o meu pior castigo.
Eu conto as horas pra poder te ver.
Mas o relógio tá de mal comigo
.

Pág. 1/2