Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a alma da flor

a alma da flor

Sonhar acordada

15.06.07 | DyDa/Flordeliz

Mulher imprudente!

Caminhas veloz ao sabor do vento à procura do mar.

Sonhas em ser livre em teu pensamento e também no olhar.

Largas as amarras e ficas perdida a fantasiar.

 

Incauta mulher!

Para ti é proibido tu sabes, tu vês.

O vento que sopra não o deves sentir nem o agarrar.

 

Volta ao teu abrigo

Paredes seguras

Janelas cerradas

Esquece a tristeza

Apaga-a do olhar

Esquece que um dia

A luz e o vento

Te fizeram SONHAR