Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a alma da flor

a alma da flor

Melancolia, Nostalgia...

03.06.07 | DyDa/Flordeliz

O dia está quente, abafado e o pensamento inquieto.

O Domingo vai passando mansa e penosamente , nada de novo, nada de diferente.

Estas paredes servem de muralha à  vontade de partir por ai, sem hora, lugar ou encontro marcado.

Aos poucos a tristeza abate-se sobre o rosto, transformando-o apenas no observador que sente a vida escapar-se, como se de um sonho apenas se tratasse.

Quero correr, quero viver, quero perder-me, quero sorrir, quero chorar, quero ser eu.

Mas não estou só, alguém precisa de mim e também se sente só, está sem força e precisa de um sorriso.

Guardo a melancolia e este estado de alma, e vou caminhando lado a lado procurando ser útil e tornar a existência de alguém um pouco mais leve que a minha.

 

- Mas sinto tanta saudade!