Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Pensamentos...

27.08.11 | DyDa/Flordeliz

Pensamentos agitados, alma inquieta…

Lembro de ti, penso em nós.

Palavras envenenadas, arremessadas com revolta. Arrevesadas, tortas e contundentes que magoam e ferem, gravando sentimentos em nota de culpa mais pelo desapontamento que pela contrariedade.

Lembro o que magoa, o que decepciona.

Esse silêncio consentido, o ar acossado, de quem não é culpado – somente descuidado ou pouco atento.

Lembro - não estás a sós - não sou eu, não és tu - somos nós.

Vou deixar de perceber ou querer entender, porque esqueces ou fazes por preterir: falar ou dizer, para não lhe chamar omitir.

Lembro de te ver sorrir, contar cachopices ou vanglórias.

Partilhar brincadeiras, falar de tudo e de nada. Mas sobre o que importa, virares as costas sem mesmo dizer: vou - fui - não volto.

Que vontade de apregoar para te fazer acordar ou mesmo refrescar que o mais importante é: confiança, lealdade, respeito e verdade…

E se perdes uma delas – e é tão fácil perder - dificilmente se voltam a conquistar.

Por mais que se continue a tentar conjugar o verbo AMAR sempre vai existir a palavra LEMBRAR que não deixa APAGAR o tempo PASSADO.

{#emotions_dlg.sidemouth}

Por isso: Toma cuidado!

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.