Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

a alma da flor

a alma da flor

Proibido Sonhar

28.04.07 | DyDa/Flordeliz

Sonhas que sentes

Sonhas que queres

Sonhas que podes

Sonhas que existes

Sonhas que vives

 

E quando despertas:

És ingratidão

És contradição

És solidão

És traição

És maldição

 

Não há harmonia

Não há alegria

Não há poesia

Não há fantasia

Não há melodia

 

 

E fica a culpa:

De estares a SONHAR