Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Insónia...

25.02.10 | DyDa/Flordeliz

Lá fora, a chuva fustiga os telhados, encharcando a já castigada e ensopada terra, enquanto o vento uiva de raiva parecendo padecer de fortes dores de indigestão.

É tarde. Hora de repousar o corpo e deixar descansar o espírito. Creio que toda a aldeia já há muito se deixou embalar e repousar, retemperando as forças ao som da chuva deste Inverno que teima em se alongar.
O meu sono, esse, espantou-se e começaram a surgir os porquês a perguntas incompletas, a retalhos de momentos. Deixei-me perder em recordações que me levaram até parte incerta.
Momentos que vivi. Partes que interrompi. Coragem que faltou. Projectos que guardei em baús de memória trancados com chave que há muito joguei para longe resistindo à tentação de a encontrar.
De fora, ainda me chegam os queixumes do vento. Ignoro-os. Aguçada pela curiosidade da mente, despertei da solidão, atravessei o buraco da fechadura num esforço de encontrar o que ignoro, mas que, por um momento me apeteceu reacender. Recuo no tempo, no espaço, permaneço ali, a observar. Forço um olhar imaginário espiando através do pequeno e negro espaço que faz de ligação entre o ontem e o hoje.
Mas de novo chegam até mim fortes rugidos de aviso. Desta vez o clarão de um trovão trespassa as portadas e fazem-me despertar até ao lugar onde estou, recordando que é hora de deixar cair a cortina e também embalar no sono até o dia clarear.
Lembro-me de ter sonhado, que voei com o vento, que molhei os cabelos, que estava frio. Lembro-me de chorar à procura de abrigo, um aconchego…
Acordei por fim, era manhã, o dia tinha raiado.
A chuva, essa, continua a fustigar as vidraças enquanto o relógio lembra a obrigação de deixar a cama de lençóis quentes e aconchegadinhos e que vivemos de presente.

E que, o passado, é apenas para ser recordado em momentos de insónia.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.