Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Ainda o caso dos Chifres...

03.07.09 | DyDa/Flordeliz

Muito se falou sobre o gesto infeliz, inoportuno e ridículo do ministro Manuel Pinho.

Eu também o acho indelicado, fora de propósito e num local onde o respeito e o bom senso deveriam reinar.

A infantilidade (leia-se: burrice) do gesto não tem como ser anulado.  
O castigo foi a demissão. Não sei se por iniciativa ou se forçado. A mim pouco importa. Errou. Foi punido!
O governo (primeiro ministro) lamentou o sucedido e mesmo não ficando bem na fotografia, tentou limpar a honra do convento perante quem se sentiu melindrado e, convenhamos, com razão.
Não estou aqui a defender partidos nem políticas (nem me sinto à vontade para o fazer) apenas gostava de falar de comportamentos.
Quando assisto às reportagens e imagens passadas na Assembleia da Republica fico sempre com pele de galinha e irritada.
O cinismo, a troca de galhardetes, as picardias, a chalaça, os ataques à vida pessoal. Tudo serve para fazer perder tempo. Os assuntos graves da nação passam sempre para plano secundário.
Também Cavaco Silva  se mostrou indignado e com toda a razão!
Mas... Na Madeira, João Jardim diz raios e coriscos. Faz e desfaz. Brinca e espezinha com quem lhe apetece. Diz obscenidades.  Proíbe até a entrada de quem não gosta. E sobre este assunto o nosso presidente mantém-se calmo e sereno e não tem opinião.
Afinal é, ou não é presidente de TODOS os portugueses? Deve ou não intervir?
Se calhar não pode fazer grande coisa, mas irrita-me a figurinha de avozinho bondoso que tem adoptado.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.