Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

"Maldita" que teima em não te deixar voar!

05.11.08 | DyDa/Flordeliz

  

Queria poder embalar-te

Docemente com brandura

Sentir o teu respirar

Abraçar-te com ternura

 

Na hora de despertar

Descobrir o teu sorriso

Para a tristeza espantar

Desse rosto tão sofrido

 

Tantas horas, tantos dias

Tantas mágoas, desilusão

Tantos a pedirem calma

Tão poucos a dar-te a mão

 

É muito fácil insistir

Não deve ficar ansiosa

Se te coças e esfarrapas

Desde que eras criança

 

Como seria engraçado

Teu sorriso endiabrado

Fazer caretas no espelho

Como se ele fosse o culpado

 

Se pudesse um tufão

Varrer toda amargura

Eu deixaria que entrasse

De modo a trazer-te a cura

 

Chamaste-me de tua Deusa

Como gostaria de ser…

Anulava essa maleita

E nunca mais te via sofrer 

 

AMO-TE "Nina"

 

Eu não sei que nome dar ao que sinto!

15 comentários

Comentar post