Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

a alma da flor

a alma da flor

Pensar faz perder tempo também!

15.10.08 | DyDa/Flordeliz

 

Acho que... não gosto das horas?!
Passamos grande parte da nossa vida a tentar acompanhar os malditos ponteiros do relógio. Este medidor de tempo que acorda apressado e só parece preocupado em chegar ao último minuto do dia para de novo o recomeçar deixando-nos com um sentimento de frustração. Por mais que nos esforcemos, não conseguirmos acertar com o seu tic-tac ritmado e metódico.
Então hoje apetece-me dizer: Ao diabo com os ponteiros!
Passam dias às vezes semanas que não trocamos informação, não convivemos com os nossos amigos ou não falamos com familiares.
Uma vez mais dá jeito o culpado ser: A limitação que o relógio nos impõe!
As horas não chegam para os afazeres, para recompor do cansaço, para os compromissos. Aos poucos, acabamos por nos isolar e até nos alhear da sua existência. Valemo-nos do facto de termos um contacto ou sabermos onde os podemos encontrar o que de certa forma nos tranquiliza.
No entanto... talvez aconteça com todos?!
Quando sabemos que um amigo ou familiar se ausenta, fica doente ou está frágil, a saudade fica tão grande como a distância. Há uma vontade de ligar nem que seja para ouvir a voz do outro lado dizer: Estou ; Olá!
Como se a ausência nos fizesse estremecer e despertar o sentimento de privação das pessoas de quem gostamos e que tantas vezes nos esquecemos por estar demasiados ocupados ou menos alertas.
DETESTO SENTIR SAUDADE: DE TI; DE TI; E DE TI TAMBÉM!
E como pensar faz perder tempo: Hoje não quero pensar mais, porque me deixa chata! 

                           imagem retirada da internet

Eu também gosto de ser tua amiga!

6 comentários

Comentar post