a alma da flor
30
Jun 08

                                 Imagem de telemóvel

 

Tomei emprestada a tua foto

Adorei o ar tranquilo

E ensonado do amanhecer

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 12:23
sinto-me: Cusca
28
Jun 08

publicado por DyDa/Flordeliz às 20:48
27
Jun 08

                                                                                                                            Imagem telemóvel

 

Há dias em nossas vidas que nos perdemos em solidão.

 

Há dias em que os únicos sons que deciframos são os lamentos do nosso coração.
E sempre haverá dias assim, em que a alma chora o momento que ficou preso ou espalhado pelo tempo!
Pelo que foi, pelo que é, pelo que poderia ter sido, ou pelo que nunca será?
E é nestes momentos de nostalgia e saudade em que a dor e a tristeza nos faz sucumbir, que ficamos a pensar...
Será que vale a pena o esforço de manter em equilibrio "os pratos da balança" ao longo da nossa vida?

Se olharmos com atenção a natureza

O Sol e a Lua quase nunca se encontram

E mesmo assim todos os dias brilham

E iluminam os nossos dias de beleza

publicado por DyDa/Flordeliz às 01:58
23
Jun 08

 O Jorge (http://oqueeojantar.blogs.sapo.pt/) diz que eu faço parte dos:

 

 

Não se deve contrariar a opinião de um amigo se este diz bem de nós. Hoje aceito sem comentar!

 

Os amigos a quem pretendia passar este "mimo" já foram mencionados no blog dele (o rapaz está um mãos largas!) portanto, considerem-se presenteados mais uma vez.

 

Obrigada Jorge

       

  

publicado por DyDa/Flordeliz às 19:18
sinto-me: Admirada
23
Jun 08

 

Ora aí está o Verão!... Pensei eu...

Toca a fazer o saco, enfiar as trouxas no carrito e gastar uns litros de gasóleo para passar um fim-de-semana na praia.

Era uma boa oportunidade para sair da rotina e "desenfastiar", além de que já estou farta de olhar o que o Inverno foi clareando.

Depois de mais de uma hora de viagem, chegamos e...

E?!...

E?!...

- Onde pára o Sol e o dia lindo que deixei na minha terrinha? Onde pára o calor que lá deixei?

Eu sei que o nevoeiro queima. Eu acredito! No entanto, detesto sentir frio na praia e ficar "com pele de galinha".

Ou seja:

A Primavera despediu-se tristonha e, ou eu sou muito azarada e escolhi o único local do Norte onde não havia Sol, ou o Verão chegou aqui com medo!

Isto porque não quero pensar que "alguém" mandou recolher o Sol só porque eu cheguei!

Será?!...

 

 

Porque uma imagem vale mais que mil palavras!

(Pode parecer que é de manhã, mas... era a meio da tarde!)

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 03:07
sinto-me: com frio????
19
Jun 08

 

Portugal - Alemanha

 

Hoje as expectativas e o nervosismo é muito...A esperança é que é de tamanho reduzido!

Diz o "mister" Scolari que os Alemães são de tamanho gigante e que nós somos pequenos (em território) em tamanho de gente.

Cá para mim somos descendentes de raça "ajericada", somos mais rasteirinhos!

Só espero que tenhamos força nas penas, para mandar uns belos coices nas canelas dos adversários.

 

Gostava de ser surpreendida. Porque será?!

Talvez, porque, gosto de notícias boas?!...

publicado por DyDa/Flordeliz às 18:05
sinto-me: nervosinha
19
Jun 08

 

A Ana Maria diz que sou uma “Diva”

 
Não canto, não danço, não sou actriz…
Serei Deusa ou formosa? Talvez um dia. Mas já devem ter passado tantos séculos que a memória se recusa a recordar de tal.
Sou mulher, sim! Que adora ser mimada e que procura ser meiga, delicada e feminina.
Tenho consciência de que do meu feitio sobressai a rebeldia e a forma buliçosa e traquina de ser.
Mas… Será isso que faz de mim uma “ Diva”?
Já para quem me ama e para os meus amigos, estou certa de que encontrarão sempre qualquer coisa de “Diva” escondida em mim. (Basta procurarem com um pouco de inspiração e apreço.)
Como diria alguém: “Si à ti té gusta, à mi m´encanta!”

 

 

 

Amiga Ana Maria (IN-dispensável)http://charruaanamaria.blogs.sapo.pt/ 

 

Beijinho pela lembrança e agora vou escolher outras "DIVAS" que me inspiram.

 

 

http://amonalisatinhagases.blogs.sapo.pt/ (“Diva” activa e objectiva)
http://simplesmentemeu.blogs.sapo.pt/ (“Diva” deliciosamente meiga)
http://amadacrisalida.blogs.sapo.pt/ (“Diva” de carácter forte)
http://salpicosdeluz.blogs.sapo.pt/ (“Diva” linda que ficou molenga)
http://teiadaranha.blogs.sapo.pt/ (“Diva” surpreendente)
 
Claro que há muitas mais, mas...já estou atrasada e preciso vestir a camisola de PORTUGAL para gritar mais alto!
 
 
 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 17:11
sinto-me:
tags:
15
Jun 08

Ser jornalista não é fácil!...

 

Momentos que antecederam a partida do autocarro do hotel. Chovia com vontade em Neuchatel... 

 

Estava um destes "pseudo" ()a fazer mais uma das suas milhentas intervenções sobre o "Euro e a Nossa Seleçon, quando se lembrou de abordar um tipo qualquer nas redondezas (português, báh!) a quem indagou oportunamente:

 

: Então o senhor está aqui há muito tempo para ver a Selecção a sair do hotel?

: Sim...sim, estou há perto de três horas!

 

: E esta chuva? Não o faz arredar pé?

: Pois... É chato... Mas eu queria ver os jogadores... 

 

Seguindo com a reportagem em directo, dirigiu-se a uma nova figura da assistência, procurando conhecer o fervor pela Pátria que sobrevive até às condições mais adversas (neste caso, meteorológicas):

 

: E a senhora está aqui há muito tempo?

: Estou sim................. Há dois anos!!!                                         

 

 Toinggggggggggggg!!!!

 

 

Olhar de desnorte do entrevistador para o cameraman: ("que faço a esta? ou como me safo desta?")... dois anos??????????

 

ahahahhaha    

 

 

 

Imagem retirada da internet

 

 

Ri-te Macambúzio!

Ri-te Trombuda!!

Ri-te Morcão!!!

 

RI-TE PÁH!!!!!!!!

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 19:07
sinto-me:
tags:
15
Jun 08

 

 

 

Se há coisa que me faz coceira, é a palavra "Manipulação"!
Acredito que na outra vida devo ter sido canino, pois a “dita” ainda não chegou, e já eu  estou de orelhas a pique e pêlo eriçado.
Quando atendo uma chamada, em que duas pessoas falam (berram) ao mesmo tempo, e em que cada uma já decidiu que tem razão e me deixam a servir de “auditório” aos gritos, antes de me explicarem o porquê de me estarem a incomodar, começo a sentir, nestas ocasiões, uns calores e uma vontade de desligar o telefone ou de os mandar “pastar"... que até fico verde! Não sou advogado do diabo, nem árbitro, nem padre. Detesto que me usem para desempate de quezílias de um jogo para o qual não fui convidada, nem como assistente, nem muito menos como participante.
Antes de me ligarem, gritem uns com os outros, se vos apetecer!
Agora, se estou na minha casa, sossegada, pelo menos expliquem-me primeiro o que querem e, depois, matem-se, digladiem-se, eu quero lá saber! Não tenho nada com isso!...
Mas por favor, não me chateiem!
Afinal, antes de ser feita porcaria, lembraram-se de chamar por mim?!
Não?!...
Então toca a mexer, desenrasquem-se e por favor poupem os meus tímpanos!
É que eu, só tenho um filho... Logo não sou vossa mãe, certo?! Então porque é que as coisinhas ruins vêm cá ter todas? O meu número dá jeito?!
Pois é!... Mas eu...cansei!
 
publicado por DyDa/Flordeliz às 16:53
sinto-me: com dor de timpanos
música: "Chamem a policia..."
15
Jun 08

Conversas com a minha mãe ao telefone logo pela manhã.

 

Começamos, tal como sempre, pelos habituais cumprimentos e baboseiras da praxe (ao longo dos anos o discurso mantém-se invariavelmente igual, como se de uma “operação de charme” se tratasse).
De seguida a D. Maria lá deu asas à sua natural curiosidade familiar. Apareceu então o típico chorrilho de perguntas: “onde está o N…onde está o R…, que faz este, que faz aquele, quem morreu, quem adoeceu? etc.”
“O N… está a trabalhar (para variar) e o R…está a dormir”. Eram já  dez horas… pelo menos não foi às oito da manhã, tal como fazia, a perguntar se ainda estava a dormir. (Até que enfim!). E eu, também estou a trabalhar (contra-vontade! – esta parte eu não disse mas era verdade…)
Achega de minha mãe:
“O R…está a dormir? Saiu ontem e veio tarde foi? Deixa-o dormir, coitadinho. Já tem idade para sair e se divertir!”
Ui?!…
Será que eu ouvi bem?
Não posso!...
A minha mãe está a gozar comigo, só pode! Então eu, casei aos vinte e três anos e não podia sair à noite nem que fosse acompanhada pelo padre da freguesia! E o meu filho é “coitadinho” e devo-o deixar sair?! Ai que ainda me dá uma coisinha ruim!...
Tentei retorquir, alegando que eu nem às festas da freguesia tinha direito a ir na idade dele.
Resposta dela:
“Deixa lá filha! Eram outros tempos…. Vais agora se quiseres!”
Uiiiiiiii!!........
É desta! É desta que me vai subir uma coisa picante ao nariz, e vou começar a espirrar nas orelhas da minha querida mãezinha!
Então, quando tinha idade e vontade de ir, não me deixou. E agora manda-me andar à noite em festas e romarias?!
Será que eu ainda não acordei?! Será que estou a ter um pesadelo?!
Mas continuei a ouvir uma voz do outro lado da linha:
“Sabes como é... o teu pai sempre foi um preocupado!”
Sei… sei! Então não sei?!
Continuo sem compreender, mas claro que sei! Pois até sofri na pele o “raio” da preocupação exagerada e exacerbada!
ARREEEEEEEEE!!! Até já tinha tentado esquecer!… Não precisavas era de me "re-alumiar"…
 Claro que a imagem não é minha foi retirada da internet
 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:15
sinto-me: não quero pensar
13
Jun 08

 

 

Estranho dia, em que as horas se esvaem em indiferença e sentimentos de ausência.

 

Que interessa se lá fora o sol brilha, se eu despertei vestida de negro e é de negro que eu quero continuar?!
- Porque me sinto enferma e sombria?!
Maldita que me deixo engolir neste buraco negro de tristeza, que tantas vezes, me invade e me vence, deixando-me fraca e sorumbática.
- Maldita sim...maldita!
Eu ouvi (li) com ternura as alegres confidências sobre a tua festa. Senti em cada frase como vibravas em animação pelo passo que mudará para sempre a tua vida.
- Tentei pintar um sorriso, tentei… não quebrar a magia do teu momento!
Mas hoje não me apetecia sorrir. Eu apenas queria ser transparente para levitar por ai. Deixar a noite cair de mansinho, para sonhar que o amanhã vai despertar com cores suaves, e que eu vou recuperar a força e a vontade de as olhar sem me apetecer fugir, ou voltar ao negro que hoje sinto dentro de mim.
Amigo também tu precisavas de mim pedindo-me uma palavra amiga, um conforto.
- Lamento, mas não me sinto capaz estou… tão cansada!
publicado por DyDa/Flordeliz às 00:08
sinto-me: abatida
11
Jun 08

Não fosse a crise que o país está a viver e teria sido um dia bem feliz.

 

Vitória de Portugal

E prémio no Blog

 

 

A Leuviah é uma querida de mãos largas - http://simplesmentemeu.blogs.sapo.pt/

 

Claro que fiquei surpreendida (?) E também agradecida (!)

Não considero que mereço tal elogio

Mas sendo um miminho claro que fiquei toda  

 

Como não quero ficar com este prémio só para mim atribuo-o a 10 amigos blogueiros

 

http://diariodeumagaja.blogs.sapo.pt/

http://blogs.sapo.pt/userinfo.bml?user=adnirolfpa

http://a_opiniao.blogs.sapo.pt/

http://aspalavrasnuncatedirei.blogs.sapo.pt/

http://historiasdacarochinha.blogs.sapo.pt/

http://sarna.blogs.sapo.pt/

http://ilusaodeamor.blogs.sapo.pt/

http://secretamentetua.blogs.sapo.pt/

http://jumento.blogspot.com/

http://o-meu-pai-heroi.blogs.sapo.pt/

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 22:07
sinto-me: mimada por que não?
11
Jun 08

                                                                                       Não..não é publicidade!

 

Jorge eu pago as bebidas afinal fui eu quem convidou

 

Para ti sumol laranja

Para mim sumol ananás

e...

 

 

VIVA PORTUGALLLLLLLLLLL

 

 

Este brinde é por mim, por ti e por milhares de portugueses que como eu sofreram por um resultado positivo!

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 20:09
sinto-me:
07
Jun 08

 

Bom fim-de-semana

 

 

 

Deixo um vídeo que "não acho piada" mas gosto da música ...,então façam como eu... escutem apenas...se vos apetecer!

publicado por DyDa/Flordeliz às 15:26
sinto-me:
05
Jun 08

                                              Imagem telemóvel

 

Mais um dia que nasce cinzento e tristonho.

Mais um!...

Em que as nuvens que sobrevoam o horizonte o transformam num cenário melancólico, sem brilho e sem encanto.

Nem as rolas se fazem ouvir!  

Até estas parecem embrutecidas,  resignadas, apáticas e encolhidas pelo frio. Até elas, parecem ter perdido o “arrulhar” característico dos sons e cantos da Primavera, fazendo dela a estação mais alegre e também a mais bela.                                                                        

publicado por DyDa/Flordeliz às 12:35
sinto-me: como a Primavera
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
16
17
18
20
21
22
24
25
26
29
subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...