a alma da flor
31
Jan 08

Perguntas porque estou triste?!

 

Por ti, apenas e só por ti. E ainda fico mais triste porque não sei e não consigo disfarçar que me sinto assim.

 

Gostava que não tivesses perguntado!

 

Não sei esconder o que a minha alma grita e os meus olhos reflectem .

 

- Maldita transparência que tão mal me faz e tão mal me deixa ficar!

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 23:44
sinto-me: abatida
31
Jan 08

Hoje alguém "cinicamente"dizia:

 

Quando estás a preencher um documento (ou impresso) em que a forma de o preencheres é aquela que está IMPRESSA mesmo que não esteja descrita na lei...afinal... "essa" transforma-se em LEI e são elas apelidadas de:

  • Direito Circulatório
  • Direito Impressatório

Cada vez mais se conclui que:

- Os contribuintes não têm direitos.

 

Dou um exemplo - No caso de haver um erro fiscal:

O contribuinte primeiro paga (mesmo tendo o direito a reclamar) e só depois vai ver se tem ou não razão sobre o que reclamou.

Se não pagar são penhorados bens. Para evitar esta situação pode apresentar uma garantia bancária (e ai feliz do banco, isto se o cliente tiver crédito!?), pois o contribuinte sujeita-se a ficar a pagar durante anos a  garantia pedida ao banco. Quanto ao "Estado" esse demora o tempo que achar necessário a analisar o caso, podendo demorar "eternamente" a resolver o assunto (se resolver?!). Sendo que a garantia não tem prazo para a sua caducidade.

 

Agora pergunto eu?

- MAS AFINAL PORQUE TEMOS "NÓS" SÓ DEVERES?

- PORQUE NÃO TEMOS O BENEFICIO DE PODERMOS FAZER PROVA DE ERRO?  QUE RAIO DE LEIS SÃO ESTAS?

- ANDA TUDO MALUCO?!

 

Não diz a lei que somos inocentes até prova em contrário? Então porque não se pode provar primeiro?

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:45
sinto-me: aparvalhada
30
Jan 08

Cinzento(a):

Figura;

Olhar;

Tema;

Conversa;

Espaço;

Ambiente;

 

Há:

Olhos que piscam;

Bocejos que escapam;

Tédio;

Fastio;

Cansaço;

 

Vontade:

De correr;

De fugir;

De desistir;

 

Quando por fim termina:

Não apetece falar, nem rir, tal é o cansaço.

De regresso a casa temos a impressão que nos roubaram o tempo, um pedaço de vida, um pedaço de vontade.

O Sol já se pôs e de alma vazia olhamos ao longe o negro do céu na noite tão escura, na noite já fria...

 

A vida é feita tantas vezes de obrigação

E tão poucas de vontade 

Mas...

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:58
sinto-me: aborrecida
28
Jan 08

Gostava de ter tido a coragem de te voltar as costas. Mas sou estupidamente cortês. Estupidamente correcta.

 

A tua voz irrita-me;

A tuas certezas incomodam-me;

As tuas conquistas enojam-me

As tuas palavras aborrecem-me;

O teu protagonismo é doentio;

As tuas histórias não me alegram;

O teu vocabulário é indelicado;

A tua conversa repetitiva;

O teu "eu" maior que o teu tamanho.

 

Incomada-me que penses:

Que um dia estivemos no mesmo barco e a remar no mesmo sentido, porque eu sei que remei por todos até à exaustão, enquanto tu "e outros como tu" apenas faziam que remavam, ajudando um louco a construir castelos de sonhos e soprando aos moinhos de vento que ajudavas a erigir.

Eu sei (tu sabes que eu sei!) que apenas te interessava o "teu" lucro sem olhar a meios para os atingir. Gostava de ter a coragem de te olhar nos olhos e gritar-te bem alto: - Hipócrita! Falso! Cobarde!

 

- Mas não sou assim!

Penso enquanto contas as "tuas histórias" (de policias e ladrões onde continuas a ser o heroi e o conquistador) que detesto pessoas como tu, pessoas que não olham a meios para atingir os fins. Da vida mundana, sem principios, sem valores, sem respeito, sem dignidade.

 

Ouvir-te falar, faz-me lembrar "algo" que tento manter esquecido e que sempre me faz sofrer por ter sido uma luta solitária e uma luta perdida. Onde a lealdade foi palavra esquecida, palavra ignorada.

Ouvir-te fazer de conta faz-me lembrar de novo, toda a hipocrisia e tanta coisa ruim que peço "às alturas" que te mantenha a ti e a outros como tu longe do meu caminho. 

Afinal...

Para que preciso eu de gente tão feia por dentro?! Para quê?...

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:00
sinto-me: triste;melancólica
24
Jan 08

video retirado da internet

 

O pequeno almoço é a refeição mais importante do dia.

E porque de manhã se começa o dia, quando a fome aperta há quem leve isso muito à letra.

E a necessidade aguça o engenho, nem que se tenha que fazer dançar a "lambada"...

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:18
23
Jan 08

"Noticia LUSA

Albufeira e militares procuram até nos esgotos

Faro, 23 Jan (Lusa) - A Brigada de Trânsito (BT) de Albufeira está a procurar no quartel, inclusivamente nos esgotos das instalações, 800 doses de heroína e cocaína apreendidas sábado e que entretanto desapareceram, disse uma fonte policial à Lusa....."

Eu queria acreditar que esta notícia é um engano! (Gostava!).

Mas...

Se roubam (ou perderam-se 800 doses num buraco?!) dentro das instalações da (BT) "bem nas suas barbas", como poderemos sentir que as "nossas autoridades" são capazes de nos fornecer protecção ?!

- Há dias perderam um "fulano" no SEF . 

- Agora a droga.

Bem...

Faz-me muita confusão! 

Aliás...

Que vergonha!

- Será que o "actor" morreu de overdose com alguma destas doses perdidas????

publicado por DyDa/Flordeliz às 15:58
sinto-me: baralhada!?
22
Jan 08

LUA...

 

 

Fazes voar meus sentidos

 

Enquanto percorro a estrada

 

Lembras meus sonhos perdidos

 

Fazendo-me sonhar acordada

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 23:38
sinto-me: queria guardar o luar
22
Jan 08

"Noticia SOL
No chile
Homem de 81 anos 'ressuscita' em pleno velório
Um homem chileno de 81 anos levantou-se do caixão durante o seu próprio velório, perante o espanto dos familiares que choravam a sua morte, segundo um jornal diário local  

A família de Feliberto Carrasco tinha encontrado o seu corpo inanimado e frio, convencendo-se de que estava morto.

Os familiares contactaram uma agência funerária para organizar as cerimónias fúnebres, mas não chamaram um médico para confirmar o óbito."

Sinceramente nem sei que pense:

Será que o homem resolveu  testar os familiares?

Será que era rico e estavam "mortinhos" para que fechasse os olhos?

Porque não chamaram o médico?

Estranho... Muito estranho...Se fosse cá em Portugal haveria com toda a certeza um culpado com nome MYnYstro da Xaúde "

 

- Não tenho medo de morrer, mas não gostava de ser enterrada viva! ARREEEEEEEEE que

MORRIA DE XUSTOOOOOOOO

 

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:47
sinto-me: atarantada
20
Jan 08

Cérebro e corpo não parecem peça única.

Uma letargia vai-se apoderando lentamente de mim.

Estou só! E sinto-me só!

 

O Sol empurra-me na direcção do mar.

Sinto-lhe o cheiro, sinto-lhe o vento, oiço-o murmurar.

Há uma saudade  que me deixa amarga.

 

 

Entrei no carro, liguei a ignição e fui rolando de encontro ao mar.

Mas... as minhas mãos e  meu cérebro tomaram conta do meu querer e da minha vontade.

Percebi que estava voltando as costas ao Sol, sem força e sem vontade de me revoltar. E fui subindo até ao alto da montanha, onde dizem que se vê o mar.

Foi quando levantei o olhar, que senti o vazio da distância, a falta do seu ronronar, a falta do cheiro intenso que sempre paira no ar.

- Vi a Lua. Vi o Sol.

Pareciam felizes. Mas eu  lá continuei triste e vazia.

- Porquê... não sei!

 

Dias...que são dias...ASSIM!

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 19:44
sinto-me: Cansada
20
Jan 08

e...mais um email recebido

                                            

                   

Um destes dias, uma professora da 1ª classe decidiu contar a historia
dos três porquinhos.

Foi contando até que chegou à parte em que os porquinhos tentavam angariar materiais para construir as suas casas.

Disse a professora:
"E então, o primeiro porquinho chegou-se ao pé de um carroceiro que
transportava fardos de palha, e perguntou:  
- O Sr. não se importa de me ceder um pouco da sua palha para que
possa  construir a minha nova casa?" - contou ela.


Depois, virando-se para os alunos, perguntou:


- "E o que acham vocês que o homem disse?"

Respondeu logo uma das criancinhas: 

- O homem deve ter dito: "Fooooooooooda-se! Um porco que fala!!!"

 

                Imagem retirada da internet

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:55
sinto-me: ehehehhe
20
Jan 08

Brincadeiras recebidas por email

 

 

Imagem retirada da internet

Uma solteirona ouviu dizer que uma sua amiga, tinha ficado grávida só com uma Avé Maria, na igreja da aldeia vizinha.

Uns dias depois decidiu ir a essa igreja para ver se conseguia ficar grávida como a amiga.

Bons dia senhor padre - cumprimenta a sollteirona.                                                      

          

                                                              

                                                                    
                                                                 

                                                                                     Imagem retirada da internet 

Bons dias filha, em que posso ser-te útil?

 

-Olhe senhor padre, soube que uma uma amiga veio aqui e ficou grávida com uma Avé Maria.

Não filha, ouviste mal, foi com  um padre nosso, mas já o despedimos.

                                                               

                                                               Imagem retirada da internet

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:48
18
Jan 08

O meu pai já fez 80 Primaveras. A minha mãe em breve 76.

São idades interessantes, mas como toda a gente sabe, idades em que tudo se torna um pouco mais frágil, como é normal.

Contudo, anormal é o facto de ter como senhoria uma pessoa que só pode ser apelidada como "grande besta"! E passo a explicar.

Posso parecer parcial por serem meus pais, mas são calmos, cordiais, simpáticos, limpos, asseados, pacatos e cumpridores das suas obrigações. Onde moram, toda a gente os adora e admira (ou quase...) pois são muito unidos e amigos um do outro.

Habitam há perto de quarenta anos numa casa que foi pertença de um outro senhorio, com quem mantinham uma relação de muito respeito e amizade extrema.

Mas a vida dá voltas. Os velhos "partem" e os novos que por cá ficam, por falta de interesse ou necessidade financeira (vivem agora em França), acabaram por vender os bens herdados.

- Algo perfeitamente normal e justo.

Agora, a pessoa ("gaja" mesmo) que comprou a habitação, era muito pobre, mesmo a raiar o limite da pobreza humana. O quotidiano familiar era feito de gritos, pancadaria e bebedeira...(uma coisa muito má, mesmo). No entanto a sorte grande não sai só quando acertamos "no loto". Por vezes bate à porta, sobretudo quando se arranja um rapaz de uma família com possibilidades, conferindo ao casamento um bom resultado financeiro.

E foi com estas mudanças que a casa que havia sido um "ninho" para os meus pais, passou a ser um posto da "PIDE", variando à feição das pancas da nova "patrona".

Elevaram-se os muros, a toda a volta da casa. Trancaram-se portões. E comprou-se um cão (que por acaso é bonito e até não tem culpinha nenhuma de quem lhe calhou em rifa). Até achava bem se estes não tivessem sido feitos com a intenção de passar a fazer a função de grades de prisão dentro da própria casa.

E aqui é que a coisa pia fino: Mete-se um "badalo comunitário", daqueles que antigamente se usavam nas quintas. Ficando de serventia a duas habitações que ficam no rés-do-chão (numa vivem os meus pais e na outra a mãe da "anormal") e à do primeiro andar onde vive a dona do pedaço. Este badalo toca no portão exterior da rua, estando por sinal, no sentido oposto às residências.

Ou seja: Quando lá vou toco a sineta e vejo surgir meia freguesia à porta, menos a minha pobre mãe, ou alguém lá de dentro, pois só se ouve o som na rua e não dentro das casas, pois ficam distantes. E com a idade deles, há muito que o ouvido deixou de ter sensibilidade para sons à distância de 20 ou 30 metros, e a céu aberto (será que nunca ouviu falar de uma coisa simples e baratinha chamada campainha eléctrica?...).

Claro que isto mexe com a estabilidade psicológica deles! Sentem-se obviamente enclausurados e controlados!...

Bem... Para evitarmos todas estas chatices e porque podem precisar de ajuda a qualquer momento, foi-nos entregue (pelos meus pais) uma chave para entrarmos sem tocar por um portão pequenino que passa pelo jardim e dá acesso directamente acesso à sala deles...pensávamos nós que o assunto estava resolvido.

Mas...

A minha mãe teve a infelicidade de cair, partir o fémur e ser operada. E como já disse, nesta idade tudo é mais frágil e complicado.

Ora...

Além da nossa presença obviamente mais frequente pois temos de cuidar dela, tem ainda apoio domiciliário, dado que todos trabalhamos e estamos em freguesias diferentes e é difícil estar lá a todo o momento.

E...

É aqui que se denota a "faltinha" que a rapariga tem!

O cão (que não tem culpa de o ser) salta facilmente do jardim dela para o dos meus pais e foge para a rua. É fácil, pois a separar ambos tem apenas uma rede muito baixa. Para quem teve a preocupação de edificar uma réplica das muralhas de Tróia, é estranho que não se tenha lembrado de subir a divisória dos jardins. Por que será?......

Por isso, ela sente-se no direito de exigir e reclamar que o portão (que volto a lembrar serve apenas a casa de meus pais) deve estar sempre fechado. E discute fervorosamente com o meu pobre pai de 80 anos, já perturbado pelo facto de a minha mãe estar doente e incapacitada na cama.

Mas será possível que a "besta" não consiga entender que o portão tem de ficar aberto para que as pessoas que vão assistir a minha mãe entrem?!... É que este só abre por dentro! E visto que não é do interesse dela subir a rede ou instalar uma fechadura que permita abrir o portão por fora, poderia ter o discernimento de prender o animal por agora...Mas porque é que a sua única vontade é a de atrapalhar quem já está frágil por natureza?

É preciso ser-se muito tapado e malvado! 

 

Imagem retirada da Internet

 

 

Oh! mentalidade tacanha!

Oh! cérebro de galinha!

Oh! falta de sensibilidade para com a dor dos outros!

Oh! vontade de...Isso mesmo de lhe acertar "umas tantas" para ver se a luz brilha em cérebro tão negro.

A mãe desta "criatura" anda encolhida de medo, não vá a "triste" se zangar.

Os vizinhos não batem à porta, nem entram para visitas não vá "a coisa"  ficar de nariz torcido.

 

Oh! "Santos" dai-me paciência...

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:07
sinto-me: abismada, pois irritada já era
música: nenhuma a não ser um bombo a rufar nas orelhas certas
17
Jan 08

Patifaria recebida hoje por email (óh ingratidão... óh realidade!)

 

Um guarda-nocturno trabalhava numa empresa especializada em lapidação de diamantes... . Uma manhã ele contou a seu chefe um sonho tivera na noite anterior. Disse- lhe que o avião que ele iria tomar com destino à Rússia sofreria um acidente e, em conseqüência,todos os passageiros morreriam. Seu chefe, jovem executivo, dinâmico e empreendedor, tinha verdadeiro pânico de aviões. Assustado com a informação do empregado, decidiu cancelar o vôo. Três dias mais tarde, leu nas manchetes dos principais jornais que o Avião que ele deveria ter tomado caíra no mar e, até o momento, não havia notícias de sobreviventes. Imediatamente, chamou o guarda-noturno, mostrou a notícia do jornal, agradeceu-lhe efusivamente o aviso que lhe salvara a vida e, a seguir, sem nenhuma explicação, despediu-o da companhia. O guarda não compreendeu porque tinha sido despedido depois de salvar a vida do seu chefe. Pergunta: - Por que o guarda foi mandado embora? Não leia a resposta abaixo, pense um pouco...

 

 

Imagem retirada da Internet

 

Resposta:

O empregado era guarda-noturno.

Se teve um sonho à noite, é porque estava dormindo em serviço.

Conclusão:

Chefe é chefe...Então, por melhor que você seja e por mais que você faça, você nunca agrada!! Entao, DEIXE O CHEFE MORRER, é o melhor que você pode fazer por esse mal agradecido...

publicado por DyDa/Flordeliz às 18:33
sinto-me: Entre o aqui... e o acolá
16
Jan 08

A semana tem sido complicada.
 
Mas recebi este email e acabei por sorrir.
E se resulta... Quem sabe não deixa de haver gatos vadios na rua?!
Embora eu...Gosto mesmo é de uma boa troca de galhardetes para animar o dia!
Cá fica a receita que me enviaram por email:
 
Um casal foi entrevistado num programa de TV porque estava casado há 50 anos
e nunca tinham discutido.
   O repórter, curioso, pergunta ao homem:
   - Mas vocês nunca discutiram mesmo?
   - Não.
   - Como é possível isso acontecer?
   - Bem, quando nos casamos, a minha esposa tinha uma gatinha de estimação
que amava muito. Era a criatura que ela mais amava na vida. No dia do nosso
casamento, fomos para a lua-de-mel e minha esposa fez questão de levar a
gatinha. Andamos, passeamos, nos divertimos e a gatinha sempre connosco, mas
certo dia a gatinha mordeu minha esposa. A minha esposa olhou bem para a
gatinha e disse:
   - Um.
Algum tempo depois a danada da gatinha mordeu minha esposa novamente.
A minha esposa olhou para a gatinha e disse:
   - Dois.
Na terceira vez que a gatinha mordeu, minha esposa sacou uma espingarda e
deu uns cinco tiros na bichinha.
Eu fiquei apavorado e perguntei:
   - Sua ignorante desalmada, porque foi que fizeste uma coisa dessas, mulher?
A minha esposa olhou para mim e disse:
  - Um.
Depois disso, nunca mais discutimos
publicado por DyDa/Flordeliz às 00:34
sinto-me: neste momento a sorrir
16
Jan 08

“A minha vontade é forte, mas a minha disposição de obedecer-lhe é fraca.”

Carlos Drummond de Andrade

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:00
sinto-me: Fraca
música: Oiço agora: Vanessa da Mata (BOA SORTE / GOOD LUCK)
Janeiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
19
21
25
26
27
29
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...