a alma da flor
13
Out 11

Já me tinha esquecido de que o ser humano é vingativo (tenho má memória ou defendo-me esquecendo do que é feio, mau ou não presta).

 

Tinha-me esquecido que existes.

 

Mas chegaste de novo até mim com falinhas mansas. Começaste por falar em doutores e engenheiros, comendadores e solicitadores para que me recordasse ou sentisse que és pessoa de bem, pessoa bem relacionada - mesmo que continues a viver apenas de expediente.

 

Eu conheço-te. Eu sei como és frio, calculista, maquiavélico e manipulador. Sei que jogas uma cartada escondendo um outro baralho na manga pronto a usar. Sei que guardas e arquivas o que cada um de nós pensa ser normal e que mais tarde usas em teu proveito fazendo com que quem te rodeia pareça lixo de sarjeta, porque não sabemos, ou melhor, não queremos ser como tu - lixo que nunca virá a ser reciclado de tão contaminado que és!

 

Sempre te servi - nunca te respeitei. Sempre cumpri contigo - nunca te admirei. Sempre acatei as tuas ordens - nunca com elas estive de acordo.

 

Tive de esquecer as minhas regras, os meus valores, as minhas convicções. Contigo descobri a falsidade, a mentira, a promiscuidade, a corrupção física e até a intelectual. Para ti tudo era um jogo que acabava de forma combinada por virar sempre em teu proveito.

 

As horas!…

Ai como foram tantas as horas que perdi e roubei a mim e aos meus para te escutar: a vangloriar, a construir castelos sem alicerces, a contar vantagem enquanto ias colocando este contra aquele, e o outro contra os dois, enganando-me, mesmo sabendo que eu não acreditava no que me contavas e que descobriria que farias o contrário do que apregoavas mal virasse costas.

E porquê? Porque és um ser mesquinho. Invejoso. Desconfiado, vil e principalmente - mal formado.

 

As pessoas idolatravam-te porque prometias o que não tinhas. Fantasiavas usando quem te rodeava para que não fosses o único pecador ou então o único responsável pela derrocada.

 

Eu tinha-me esquecido de ti, novamente descobri que saber de ti me continua a fazer mal. Hoje mais do que ontem sei que - continuo sem te respeitar.

 

Nunca saberás que falo de ti. Mas precisava respirar fundo e deixar sair o que durante estes anos me fizeste sentir.

- E o que sinto afinal?!...

  Triste, muito triste por ter encontrado um dia uma pessoa tão feia.

- Eu nunca serei como tu. Nunca.

{#emotions_dlg.confused}

 

 

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 00:06
tb assim o espero
tb assim o espero
luadoceu a 13 de Outubro de 2011 às 09:48
Boa noite
Nada como deixar a poeira assentar...
Beijinho
DyDa/Flordeliz a 18 de Outubro de 2011 às 23:55
Bom ... pois é ... todos nós temos os nossos monstrinhos de "estimação". E é o que eu costumo dizer, essa gente tem tendência a ter vida longa, para ter todo o tempo do mundo de fazer mal aos outros. Quem é intrinsecamente bom, por norma, vai-se cedo...
Maria a 13 de Outubro de 2011 às 10:30
É pá Suspeita que me larguem do pé.
Sape gato...

Há gentinha que parece humana, mas olhando com olhos de ver: nunca foi; não é; nunca será!...
O diabo é que acaba sempre por passar impune.

DyDa/Flordeliz a 18 de Outubro de 2011 às 23:58
As consequências do convivio com uma pessoa assim não são fáceis de digerir e o melhor que temos a fazer quando nos apercebemos é afastarmo-nos.
É isso que tenho feito. Por isso, consigo perceber como te sentes. Mas para conseguires ultrapassar essa situação tens de perdoá-la. Custa muito eu sei, mas tenta. Acredita que quando perdoamos ficamos muito mais aliviados. tenta fazê-lo com aquele exercício que te enviei à uns tempos. ;)

Beijinhos
Joana a 13 de Outubro de 2011 às 12:08
Perdoar?
Eu preciso perdoar é a mim - pela paciência infinita que tive durante anos...
Não odeio ninguém amiga - não faz parte do meu feitio.
Mas há pessoas que se esquecessem que existo - eu seria muito mais feliz - acredita!
Devo ter cara de Madre Teresa. Coração de manteiga.
Mas com mil tenho cérebro que pensa e que cobra...
- Acredita que é duro comigo.
Costumas dizer - relaxa.
O meu problema maior é esse: pensar...pensar...pensar...
Eu queria: desligar...desligar...desligar...esquecer...esquecer...esquecer...

DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:08
Minha amiga,

então começa a não dar credito a esse "bichinho" que não para de falar na tua cabeça. Vais ver que começas a pensar menos e consegues desligar. ;)

Beijinhos
Joana a 19 de Outubro de 2011 às 00:58
... infelizmente este tipo de pessoas existe, acho até que só existem para atormatar os outros. E não vale apena insistir com elas ou tentar mudar a sua maneira de ser. Nasceram assim e nunca vão mudar ... nunca.

Infelizmente também tenho uma pedra dessas no meu sapato ...

P.S. desculpa a intromissão neste teu espaço ...
green.eyes a 13 de Outubro de 2011 às 12:28
E não é que tem toda a razão?!
Fazem cara de santos...

Não tem de pedir desculpa.
Uma palavra às vezes sabe tão bem.
Obrigada pela visita
DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:10
Infelizmente gente dessa é o que mais se encontra pela vida fora. Infelizmente já me tocaram alguns na rifa. Bons amigos e tal, falinhas mansas, mas quando damos por ela, despem a pele de cordeirinho e aparece a do lobo. Como diz uma amiga brasileira, "ó genti fina, que tem um passado mais sujo que pau de galinheiro"..... Saiu o desabafo e espero que tenhas ficado bem mais aliviada, por vezes é extremamente necessário deitar cá para fora aquilo que nos atormenta.... Vá mostra lá o teu melhor sorriso ....

Bjs fofos
blogando-me1 a 13 de Outubro de 2011 às 13:38
O melhor é escrever, para não inchar como um balão.

Vai passsando...
Beijinho e obrigada
DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:12
Ora aqui está um desafabo que se deve fazer. Não se gosta... diz-se, mostra-se, afasta-se e nada de engolir sapos.
Se fosse há uns tempos atrás até falava em perdão, compaixão, aceitação, mas agora estou nesta, porque há pessoas que simplesmente não merecem um minuto sequer da nossa atenção.
Espero que este teu desafabo te tenha deixado de alma menos amargurada.
Beijinhos
sentaqui a 13 de Outubro de 2011 às 16:01
Ai Manu se fosse a fazer o sinto realmente....
- Andaria à porrada.
Mas esta "coisa" anda armada e quem ficaria a perder seria eu.

Beijos



DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:15
Pessoas desta natureza deviam ser banidas da sociedade. Mas, infelizmente, elas são a sociedade, aquela que está podre e não tem remédio.
Infelizmente, também já tive de lidar com pessoas deste género e compreendo na perfeição o 'grito' da tua revolta.
Gostei do final. Porque pessoas genuínas como tu nunca deixarão que gente assim as 'abata'.
Fiquei sem mais palavras, Flor. Não é justo (con)viver com pessoas más, sem escrúpulos.
Um beijo amigo
Ametista a 14 de Outubro de 2011 às 02:49
Tens razão este SER faz parte do retrato da nossa sociedade dos nossos dias.
- É um ser podre que contagia tudo o que toca.
Beijo e obrigada.
DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:18
Baralhaste-me! Como se não bastasse a minha natural dificuldade em ler nas entrelinhas...
Porque são tantos, mas tantos, os que no meu entender cabem neste teu desabafo (porque isto é um desabafo, não é?), que fico sem saber a quem o mesmo é destinado.
Até podia ser aos "troikos", sei lá...
Mas não importa. Estou solidário contigo porque tens razão e porque seja a quem for que é dirigido, este teu sentir só peca por escasso. Tenho a certeza!!!

Beijos
Kok a 14 de Outubro de 2011 às 17:58
É um grito muito meu. Tento mantê-lo trancado, mas...
Às vezes é complicado de o manter acomodado.

Percebeste perfeitamente KOK, perfeitamente.
A nossa sociedade está uma bela porcaria. O meu grito faz eco no coração de muita gente que sente o mesmo que eu.
E sim! Poderia chamar-se Troika, politico, vizinho, o João, o António a Maria...
São tantos - e todos eles com nome - só que não seria nenhum destes o que me apetece gritar

DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:25
Pena que existe muitas espécies dessas por ai...
Beijinho
geriatriaaminhavida a 17 de Outubro de 2011 às 18:40
Por mim podiam entrar em via de extinção.
Eu nem daria por isso.
Ou daria?!
Melhorava o meu sentido de humor
Beijos
DyDa/Flordeliz a 19 de Outubro de 2011 às 00:26
Outubro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...