a alma da flor
27
Ago 11

Pensamentos agitados, alma inquieta…

Lembro de ti, penso em nós.

Palavras envenenadas, arremessadas com revolta. Arrevesadas, tortas e contundentes que magoam e ferem, gravando sentimentos em nota de culpa mais pelo desapontamento que pela contrariedade.

Lembro o que magoa, o que decepciona.

Esse silêncio consentido, o ar acossado, de quem não é culpado – somente descuidado ou pouco atento.

Lembro - não estás a sós - não sou eu, não és tu - somos nós.

Vou deixar de perceber ou querer entender, porque esqueces ou fazes por preterir: falar ou dizer, para não lhe chamar omitir.

Lembro de te ver sorrir, contar cachopices ou vanglórias.

Partilhar brincadeiras, falar de tudo e de nada. Mas sobre o que importa, virares as costas sem mesmo dizer: vou - fui - não volto.

Que vontade de apregoar para te fazer acordar ou mesmo refrescar que o mais importante é: confiança, lealdade, respeito e verdade…

E se perdes uma delas – e é tão fácil perder - dificilmente se voltam a conquistar.

Por mais que se continue a tentar conjugar o verbo AMAR sempre vai existir a palavra LEMBRAR que não deixa APAGAR o tempo PASSADO.

{#emotions_dlg.sidemouth}

Por isso: Toma cuidado!

 

publicado por DyDa/Flordeliz às 03:51
Seja para quem for, está um recado que gostava de ter sido eu a escrever, porque vá- se lá saber porquê há siiêncios que não se entendem
sentaqui a 27 de Agosto de 2011 às 09:20
Olá amiga Flor...
Palavras que compreendo perfeitamente, para mim nada mais importante que confiança, lealdade, respeito e sobretudo Verdade.
Voltei hoje para casa e por aqui ando a visitar os amigos, já tinha saudades.
Desejo-te bom fim de semana .
Beijinho grande
Rosinda
Rosinda a 27 de Agosto de 2011 às 21:22
Gosto desta carta Flor..A lembrar que nem tudo passa e que a confiança é frágil, muito frágil e, diria, nunca totalmente recuperável.
Entendo-te.
Abraço
Marta M
Marta M a 28 de Agosto de 2011 às 17:51
Tristeza? Desapontamento? Desilusão? Revolta talvez? Ou simples desabafo?
Ou nada disso, sei lá!
Somente um pensamento escrito desejando que nunca se concretize...
Porque amar não é somente amar?
Porque amar é...

Beijos e sorrisos que fazem parte do
Kok a 29 de Agosto de 2011 às 23:20
Ui ... posso "roubar" algumas destas palavras para as usar em proveito próprio, na ocasião certa?! ...

Um grande beijinho!
Maria a 2 de Setembro de 2011 às 14:18
Sim, Flor: "Por mais que se continue a tentar conjugar o verbo AMAR sempre vai existir a palavra LEMBRAR que não deixa APAGAR o tempo PASSADO."
Por isso o presente é precioso e a atenção ao que se diz e, principalmente, ao que se faz é vital...Porque tudo fica, escondido, guardado, aparentemente esquecido, mas fica.
Também o lembrei algumas vezes...
Abraço e bom fim de semana

Marta M a 10 de Setembro de 2011 às 17:33
Apesar da inquietude, a beleza da conjugação das palavras por entre sentimentos que se chocam... bonito em demasia..
Tinha saudades de te ler :)

Um beijinho grande, grande
Ametista a 22 de Setembro de 2011 às 00:43
Agosto 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
18
19
20
21
22
23
24
26
28
29
30
31
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...