a alma da flor
25
Fev 10

Lá fora, a chuva fustiga os telhados, encharcando a já castigada e ensopada terra, enquanto o vento uiva de raiva parecendo padecer de fortes dores de indigestão.

É tarde. Hora de repousar o corpo e deixar descansar o espírito. Creio que toda a aldeia já há muito se deixou embalar e repousar, retemperando as forças ao som da chuva deste Inverno que teima em se alongar.
O meu sono, esse, espantou-se e começaram a surgir os porquês a perguntas incompletas, a retalhos de momentos. Deixei-me perder em recordações que me levaram até parte incerta.
Momentos que vivi. Partes que interrompi. Coragem que faltou. Projectos que guardei em baús de memória trancados com chave que há muito joguei para longe resistindo à tentação de a encontrar.
De fora, ainda me chegam os queixumes do vento. Ignoro-os. Aguçada pela curiosidade da mente, despertei da solidão, atravessei o buraco da fechadura num esforço de encontrar o que ignoro, mas que, por um momento me apeteceu reacender. Recuo no tempo, no espaço, permaneço ali, a observar. Forço um olhar imaginário espiando através do pequeno e negro espaço que faz de ligação entre o ontem e o hoje.
Mas de novo chegam até mim fortes rugidos de aviso. Desta vez o clarão de um trovão trespassa as portadas e fazem-me despertar até ao lugar onde estou, recordando que é hora de deixar cair a cortina e também embalar no sono até o dia clarear.
Lembro-me de ter sonhado, que voei com o vento, que molhei os cabelos, que estava frio. Lembro-me de chorar à procura de abrigo, um aconchego…
Acordei por fim, era manhã, o dia tinha raiado.
A chuva, essa, continua a fustigar as vidraças enquanto o relógio lembra a obrigação de deixar a cama de lençóis quentes e aconchegadinhos e que vivemos de presente.

E que, o passado, é apenas para ser recordado em momentos de insónia.

publicado por DyDa/Flordeliz às 12:32
Flordeliz... gostei tanto deste post que vou levá-lo comigo, gostei e vou tentar aplicar o fim do texto:
"E que o passado , é apenas para ser recordado em momentos de insónia."
Um beijinho
Rosinda a 25 de Fevereiro de 2010 às 14:35
Então vamos lá recordar só coisas boas e que nos deixem de cara alegre.
Beijinho
DyDa/Flordeliz a 2 de Março de 2010 às 11:30
Olá

Essas tuas insónias são verdadeiramente inspiradoras.... um texto fantástico... lindoooooo

Jorge Soares a 25 de Fevereiro de 2010 às 22:34
Achas?
Eu não gosto muito "delas" são umas inconvenientes, não me deixam descansar.
Um beijinho para ti florido como tu
DyDa/Flordeliz a 2 de Março de 2010 às 11:32
Mais um lindo texto e de grande inspiração. Por vezes também me quedo em pensamentos, nos quais revivo acontecimentos passados, cada vez mais constato que só me arrependo do que não fiz, mas quando isso me diziam, nunca quis acreditar. Afinal sempre é verdade. Viver intensamente é armazenar recordações, para mais tarde recordar, o mesmo será dizer, para mais tarde reviver!
Uma boa semana.
Um beijinho
Milu a 1 de Março de 2010 às 02:01
Olá Milú, olá!
Pensado assim....
Muitas vezes me lamento do que não vivi porque me foi negado e porque aceitava reclamando apenas interiormente.
Teria sido mais feliz? Isso não sei!
Mas como tu bem dizes: poderia reviver...
Falo de borgas, falo de sair à noite, falo de discoteca, não é nada de especial...
Mas olhando para trás penso: Porque é que "Eles" saiam e eu não, porquê?
Eu era mesmo "morcona"
Os meus pais continuam a achar que fizeram bem em me proteger (não sei de quê?!). Eu, como eles já são velhotes, acho que fizeram o que puderam e souberam pensando ser o melhor.
Afinal, também fui uma menina feliz a deitar cedinho. Claro que hoje me vingo e durmo quando e se me apetecer
Beijinho
DyDa/Flordeliz a 2 de Março de 2010 às 11:50
Olá Flordeliz tem um miminho no meu blog Trofeus de Amizade....com carinho.
Beijinho
Rosinda a 2 de Março de 2010 às 08:38
Bom dia Rosinda!
Tenho de passar por lá com mais tempo. Tens tanta coisa bonita...
Amizade não se agradece não é?! Mas sabe sempre bem ser lembrada.
Beijinho e um dia feliz.
DyDa/Flordeliz a 2 de Março de 2010 às 11:28
Olá Flor
O passado já era, o futuro não chegou, resta-nos apenas viver o momento, o AGORA.
Enquanto lá fora a chuva cai, cá dentro que se transformem os relâmpagos em clarões de luz que nos façam acreditar que todos os dias podem ser de Sol.
Adorei o texto.
Beijos
Manu
Existe um Olhar a 6 de Março de 2010 às 16:26
Querida Flor,
Deixaste-me sem palavras...
Maravilhoso o teu texto... escreves tão bem...

Deixo-te um abraço e uma flor
Ametista a 9 de Março de 2010 às 01:06
Às vezes é bom que assim seja... que possamos, de certa forma, guardar o passado. Outras vezes é bom recordá-lo e, quem sabe, recuperar velhos projectos e sonhos. Eu, pelo menos, gostava que assim fosse! ...

Que belo post!

Beijinhos
Maria a 17 de Março de 2010 às 10:58
Olá Flordeliz, espero que esteja tudo bem, depois desta insónia entrou num sono profundo.
Beijinhos
Rosinda a 17 de Março de 2010 às 23:31
Eu amo as folhas que caem das árvores ... Acho que a poesia pura!
allungamento pene a 18 de Março de 2010 às 11:35
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...