a alma da flor
13
Out 09

Tenho esperança que ninguém leve a mal até porque não tenho intenção de fazer chacota de ninguém!

 

Trabalho com uma empresa que tem nos seus quadros uma funcionária gaga, que não sendo uma disfunção grave, acaba por atrapalhar no contacto com quem fala e ainda mais quando o mesmo é feito por telefone (ainda bem que por email ou fax não se nota!). Nada que não seja ultrapassável uma vez que a senhora é uma excelente colaboradora.

Mas... Não há bela sem senão.

O patrão é uma pessoa nervosa e impaciente. O que, para alguém com esta limitação, não ajuda nada, fazendo-a sentir ainda mais acabrunhada e plissar na pressa de o atender.

Um dia, chama-a e questiona-a: “Como estamos com o assunto tal?”

Na ânsia de ser célere na resposta, ela começou: que-que-que…

Ele, contendo uma vontade quase incontrolável de tentar dar uma palmadinha para ver se sai, soltou um: “ Diga lá, vá!...”

Ao que ela prontamente respondeu: “C...calma!”

E pronto. Lá foi o caldo entornado! Porque, a resposta dele foi imediata: Não! Calma você! Você é que está nervosa, não eu!

Mas há outros momentos bastante constrangedores. Por vezes ela está a falar de um assunto, e explica, explica, explica e, quando chega ao fim, olha o patrão, que com o ar mais natural do mundo lhe diz: “…Não percebi nada!

Sejamos sinceros que eu às vezes deduzo o que ela diz, mas em boa verdade também não a percebo muito bem.

Partidas que a vida nos prega! Isso sim!

publicado por DyDa/Flordeliz às 01:53
Partidas e mau gosto que por vezes a vida tem um sentido do humor estranho... sem duvida.

Beijinho e bom dia de trabalho
Jorge
Jorge Soares a 13 de Outubro de 2009 às 09:05
E difíceis de suportar por quem delas padece e por quem não tem capacidade para saber lidar com elas da melhor maneira.
Dois problemas!
DyDa/Flordeliz a 13 de Outubro de 2009 às 23:10
Na minha opinião uma pessoa que sofre de gaguez é um tanto limitada, isto é, não será a pessoa mais indicada para comunicar com os clientes, fornecedores, etc. Se mesmos não sendo gagos, por vezes, até parece que não nos entendemos, quanto mais sendo gagos. Contudo, penso, que na relação com o patrão já não deve haver esses constrangimentos. Isto da linguagem tem que se diga. Há tempos comprei um produto para usar no cabelo mas como me surgiram umas dúvidas decidi telefonar para um número que essa marca tem para atender os clientes. Calcula tu, Flordeliz, que fui atendida por uma estrangeira, que até podia ser brasileira sei lá. Tinha um sotaque qualquer que me soava como se tivesse a enrolar a língua ao pronunciar as palavras. Fiquei revoltada com a falta de senso dos responsáveis pelos recursos humanos daquela empresa. Então eu que sou portuguesa e estou no meu país tive de me esforçar para compreender o que aquela santa menina me queria transmitir! Não me digam que não havia lá mais ninguém para ocupar aquele lugar. Devo dizer-te que fiquei com maus pensamentos. É que já não tenho idade para ingenuidades.
Espero que fiques bem. Uma boa semana para ti.
Um beijinho.
Milu a 13 de Outubro de 2009 às 10:18
Às vezes o bom senso "PISGA-SE".
Como eu dizia a senhora é uma excelente profissional e não lhe estou a fazer favor nenhum. É competente, capaz e dá resposta no cargo que ocupa - Como administrativa (como sempre foi!) não acumulando o cargo também de telefonista.
Mas, eu não mando e para mim Email serve na perfeição.
Hoje não falo sobre estrangeiros pois estou de candeias ás "avessas" com as últimas notícias. Tenho de esperar que me passe o mau estar para não sair asneirada.
Beijinho para ti.
DyDa/Flordeliz a 13 de Outubro de 2009 às 23:21
Penso que sei a que te referes: Ao vídeo no qual a actriz Maité Proença nos ridiculariza! Sempre ouvi dizer que os brasileiros têm um verdadeiro anedotário sobre nós, portugueses.

Milu a 14 de Outubro de 2009 às 00:34
Eu gosto de anedotas: Bem contadas!
DyDa/Flordeliz a 14 de Outubro de 2009 às 01:04
Eu acho que os gagos não são muito levados a sério, existindo um certo estereótipo que leva até a um certo gozo da situação...

O meu marido, por exemplo, gagueja em certas palavras, pouco, mas gagueja. Então, arranjou aquilo que se chama uma "bengala linguística" e antes dessas palavras diz sempre "então", para assim não gaguejar...

Beijinhos
Maria a 13 de Outubro de 2009 às 21:39
Suspeita esta menina também tem a tal "bengala linguistíca" diz: "c..calma" (para ela própria) antes de começar a falar.
Fazia jeito é que ele (patrão) gaguejasse ou até trincasse a língua de vez em quando, não achas?

DyDa/Flordeliz a 13 de Outubro de 2009 às 22:55
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
16
17
18
19
20
22
23
24
25
26
28
29
30
31
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
Histats.com © 2005-2010 Privacy Policy - Terms Of Use - Powered By Histats
últ. comentários
Sim, muito sinceramente, agora as coisas estão bem...
Não lamentes.Não se perdeu grande coisa.Agora muit...
Lamento que tenhas este blogue abandonado...
É muito mais frequente do que parece este tipo de ...
Olá, bem-vinda.Óbvio que temos de ser cuidadosos. ...
Pois, os acidentes acontecem.BFDS
Nunca ninguém pode dizer que não lhe acontece.Todo...
Totalmente de acordo. Não sou mãe, mas entendo que...
Flor, não quis ser intrometida, mas sabendo que es...
Calma Miilay, não se preocupe eu estou bem. Juro.O...
Amiga, será que se desagregou mesmo???Desejo que a...
Momentos...Agarremos os que são bons, os outros......
Na vida nada é eterno ...Até uma boa música ou um ...
Paciente? Eu de facto vou algumas vezes ao médico....
Amigo, és um paciente.Haja pachorra para aturar as...